Menu
PAULO-GAS
camimhoneiros-rodivis-sudoestedestaque

Caminhoneiros ganham prorrogação nos prazos do exame toxicológico

A decisão do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) de prorrogar os prazos para a realização do exame toxicológico, que é obrigatório para os condutores com carteiras de habilitação (CNHs) das categorias C (caminhão), D (ônibus) e E (carreta), contou com o apoio do Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran-BA). A recente reforma na legislação, que entrou em vigor no dia 12 de abril, configura a falta do exame atualizado como infração gravíssima, com multa de R$ 1,4 mil e suspensão da CNH por três meses. Pelas novas regras, os condutores com menos de 70 anos devem fazer o exame a cada dois anos e seis meses, em até 30 dias após o vencimento da avaliação. Para os motoristas com 70 anos ou mais, o prazo segue a renovação da CNH. Por causa dos impactos da pandemia da Covid-19 no transporte de cargas, o cumprimento dos prazos ficou comprometido. O Contran decidiu então publicar na última quarta-feira (28) a deliberação nº 222, que prorrogou os prazos dos exames e criou um novo calendário, de acordo com o vencimento da habilitação, além de estabelecer as datas para o início da fiscalização.

Compartilhe:

Últimas Notícias

Categorias

(12)
(38)
(4)
(36)
(892)
(12)
(4)
(18)
(8)
(249)
(214)
(29)
(94)
(4)
(15)
(4)
(11)
(1)
(112)
(13)
(127)
(14)
(35)
(11)
(2)
(11)
(20)
(2)
(4)
(2)
(6)
(26)
(40)
(3)
(11)
(21)
(77)
(15)
(17)
(1)
(1)
(59)
(7)
(14)
(3)
(37)
(24)
(61)
(33)
(4)
(24)
(15)
(16)
(475)
(3)
(25)
(39)
(44)
(7)
(8)

Nós utilizamos cookies e tecnologias similares para melhorar sua experiência em nossa site. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com nossa Política de Privacidade.